Eu odeio





Eu odeio pessoas querendo me controlar, que querem tomar conta de tudo na minha vida e dizer-me o que fazer. Eu odeio pessoas que não acreditam no meu potencial, eu sou capaz de fazer tudo, só depende da minha vontade. Eu odeio pessoas que fazem nós confiarmos nelas e acabam traindo nossa confiança. Eu odeio que as pessoas confiem demais em mim, contando todos os seus problemas e pedindo ajuda, tenho uma coisa a dizer a vocês: eu tenho meus problemas também, por mais que goste de ajudar, acaba me sufocando e me sobrecarregando. Eu odeio não acreditarem em mim quando estou certa, e depois eles veem que estava certa e dizem: “Me desculpa por não ter te escutado”. Odeio muitas coisas, que se fossem dizer todas, daria muitas e muitas páginas. Não é o fato deu odiar essas coisas, mas sim dessas coisas estarem erradas no meu cotidiano, se elas não ocorressem, não só eu estaria feliz, como as pessoas que me voltam."